28 jun 2016

O investimento em aquecedores que deixam os ambientes mais aconchegantes e agradáveis têm sido uma excelente opção, principalmente para quem mora nas regiões mais frias, como a Sul. Afinal, quem não gosta de curtir o conforto da sua casa nos dias frios do inverno?
Mas antes de pensar em comprar um, é fundamental conhecer os tipos e modelos de aquecedores e os cuidados que se deve ter para garantir que seu dinheiro seja bem aplicado.

Tipos de aquecedor

Elétrico

O aparelho utiliza uma resistência que aquece e dissipa calor para o ambiente. É o tipo mais barato, mas o que consome mais energia elétrica. Pode causar queimaduras porque o material também aquece. Esse tipo de aquecedor gasta três vezes mais energia do que o ar-condicionado, trazendo um impacto negativo na conta de luz do consumidor. Segundo uma recente pesquisa, um aquecedor ligado por oito horas ao dia durante duas semanas pode gerar um impacto entre R$ 50 e R$ 95 mensais na conta de energia, dependendo do modelo.
Preço aprox.: R$150,00

Óleo

É um tipo de aquecedor elétrico. Porém, em vez de o sistema esquentar uma chapa, a resistência aquece o óleo que circula pelo aparelho para, então, elevar a temperatura do ambiente. Esse aparelho distribui melhor o calor, mas gasta tanto quanto o elétrico. Como o óleo leva um certo tempo para ser aquecido, demora um pouco a esquentar o ambiente. Entretanto, é eficiente, e depois do óleo aquecido, o calor permanece por mais tempo. É silencioso e não resseca o ar.
Preço aprox.: R$250,00

Cerâmico

Os aquecedores cerâmicos esquentam rápido, pois a cerâmica absorve o calor gerado em vez de se dissipar diretamente no ar. Eles têm um funcionamento parecido ao do ar-condicionado, mas são mais econômicos que os aparelhos elétricos. Eles, portanto, podem ser vistos da seguinte maneira: aquecedores baratos, portáteis, sem necessidades de instalação, que garantem um aquecimento rápido e focado e, portando, menores consumos elétricos.
Preço aprox..: R$120,00

Termoventiladores

Termoventiladores têm uma hélice para acelerar a renovação do ar ao redor do aparelho. Sua vantagem é a de fornecer no imediato um fluxo substancial de ar quente, direcionado para o utilizador ou utilizadores. Ou seja: eles permitem um aquecimento rápido e focado. Suas desvantagens são: seu elevado consumo elétrico, o barulho emitido por eles (dificilmente são silenciosos), e o fato de recircularem poeira, um problema especialmente grave para pessoas propensas a alergias ou com problemas respiratórios.
Preço aprox.: R$100,00